Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

aquihacoracao

24
Nov20

Strange times

Aqui há coração

IMG_20200228_161603.jpg

Está frio. Frio por fora e frio por dentro. Temos de olhar duas vezes para perceber quem nos fala e ainda mais, o que nos disse!? Quem é? - penso em segundos. Oh és tu! Desculpa. Nem um beijo, nem um abraço. Sorrio com os olhos, mas será que ela percebeu? Mais um dia assim. Mas hoje, e particularmente agora, que um raio de sol me aquece o rosto, penso nas verdadeiras vítimas de tudo isto. Os que, neste preciso momento, se debatem com o sofrimento, o medo e a solidão e naqueles que todos os dias lhe tornam o fardo mais leve. "Gente que cuida de gente" . E peço. E agradeço. E respiro. Que falte pouco para o recomeço. E que traga só o melhor, pelo mal que nos tem feito.

Lu

14
Nov20

"In" gratidão

Aqui há coração

IMG_20200908_142116.jpg

Quantas vezes, no corre corre da nossa vida deixamos de ser gratos? E afinal, o que é isto da gratidão? Cecília Sfalsin diz que  a gratidão vai além de "muito obrigado", ultrapassa gentilezas e é superior a qualquer interesse. Profundo! Procuro ser grata no meu dia a dia e sei que a ingratidão me deixa triste e ainda mais, porque  sei também, que ela vive mesmo aqui ao lado.  É que o mundo de hoje é tão mais voltado para exigir e tão pouco para agradecer. E este "ser grato" seria  sem esperar nada em troca. Difícil! E um outro problema que temos é o da memória curta, que nos faz esquecer quem foi grato connosco e servir-lhe, mais tarde, um pratinho de ingratidão. E a ingratidão dói. Dói mesmo. O despertador que nos acorda de manhã devia lembrar-nos de começar o dia  por aí, pela gratidão. Então seríamos gratos por acordar, por respirar, pelos que gostam de nós, pelo que temos (ainda que nos pareça pouco), pelo sol, pela chuva, por aquele sorriso, por aquela palavra amiga, pela luz, por Deus.

A terminar, serei sempre grata a quem me lê.

Lu

01
Nov20

Sobre fé

Aqui há coração

IMG_20200716_210047.jpg

Correm tempos tão estranhos, tão incertos, tão intermináveis que parecem, até,  pôr em causa tudo aquilo em que acreditamos. Mas a dúvida, que tantas vezes nos assola, vem só confirmar que somos humanos  e que existem compreensões  que vão além de nós mesmos. Dizem que a fé move montanhas e certamente  moverá. Tenho fé, mas todos os dias peço para a aumentar. Por vezes sinto-a leve como uma brisa e outras forte como o vento, mas sinto que a tenho aqui e espero que para sempre. Li, algures, uma frase que dizia " enquanto houver 1% de chance, terei 99% de fé" e é mesmo isto que eu desejo para mim e para o mundo.

Lu

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D