Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

aquihacoracao

aquihacoracao

Sab | 25.03.23

A minha avó L.

IMG_20230325_170947.jpg

A minha avó L. teria 91 aninhos se não tivesse partido ( há precisamente 7 anos ) atrás.

Uma mulher de fibra, que aos 11 anos já estava órfã de mãe e pai.

Cuidou de um dos irmãos até a morte. Recusou a travessia até ao Brasil, onde reside até hoje o seu outro irmão, o tio avô M.

Mãe solteira durante alguns anos (o que seria naquele tempo?!). Casou depois com o avô A.  numa véspera de Natal, na missa das 6h e tiveram, para além do primeiro, mais 4 filhos. Para sua profunda tristeza perdeu 3, ainda pequeninos.

Cedo teve gasturas na sua saúde que lhe custaram uma reforma precoce, mas foi  uma boa gestora do pouco amealhado.

Era alegre, esperta, forte, destemida, justa, generosa.

Também era dona de uma personalidade dura e por vezes desconcertante!

Poucas vezes a vi chorar. Já rir, ria, divertia-se e divertia os outros.

Caminhou comigo pela mão desde que me conheço por gente. 

Levava- me a todo o lado e eu gostava tanto dela.

Dela queria a força, mas acho que herdei mais a alegria e o nome!

A menina da foto sou eu, mas ela gostava muito de todos os seus 4 netos também e dos 3 bisnetos que ainda conheceu.

A sua partida naquele 25 de Março doeu muito.

Que orgulho tê-la e mantê-la na minha vida, porque quem está guardado na memória e no coração, nunca morre.
 
Obrigada avó💙
 
Lu
 

16 comentários

Comentar post