Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

aquihacoracao

02
Jul21

Um encontro entre um anão e uma bodybuilder, marcado por ele, através do Tinder.

[Tema 5]

Aqui há coração

Em desafio dos pássaros

 

Chegou finalmente o dia em que se iam encontrar, pela 1 vez, cara a cara. Ele, de seu nome Gil, triste, pois sentia não ter sido verdadeiro com ela. E ela, Mia, apreensiva pois também não fora totalmente honesta. O "tinder" fez com que se encontrassem. Há meses que falavam, riam, partilhavam inquietações, sentiam-se amigos e desejavam que pudesse existir algo mais. Tinham realmente muito em comum.
Acontece que o Gil, farto de ser julgado pelo seu nanismo, e pensando, inicialmente, que esta converseta entre eles não passasse disso mesmo, resolveu dizer-lhe que era bodybuilder e vocês não vão acreditar mas ela também cansada de ser olhada só pela aparência, resolveu dizer que era anã. Efectivamente só conheciam o rosto um do outro por fotografia e tudo o que estavam a vivênciar e sentir parecia-lhes já tão bom que, esse resto ficaria para segundo plano. Encontrar-se-iam junto ao lago, de um parque que ambos conheciam, estava decidido. 
Ele chegou primeiro e ela depois e não podiam crer no que os seus olhos viam. Gil era o anão e Mia a bodybuilder. Ambos sorriram e Mia começa por dizer : "bela forma de treinar a empatia! "
To be continued...

Lu

 

 

18
Jun21

"Caramba, quase que conseguia! "

[Tema 4]

Aqui há coração

Em desafio dos pássaros

 

Será que só a mim é que acontecem coisas inusitadas?

Então a minha infância é repleta desses acontecimentos, que hoje arrancam gargalhadas entre os intervenientes e não só!
Certa vez, tinha eu aprendido a andar de bicicleta há pouco tempo, quando me lembrei de pedir emprestada a do meu irmão. Uma BMX empoeirada e sem travões. Inicio a minha volta, acompanhada pela minha prima C. Pelo caminho íamos recolhendo amoras silvestres e guardando num saco de pano preso no guidão. Entretanto, dou-me conta de uma descida íngreme. Pois bem, do alto da minha sensatez digo à minha prima que vou descer na bicicleta e que  quando  gritasse -  travar, ela, com a sua valentia de criança, ainda mais criança do que eu, puxaria, com toda a sua força, a bicicleta para trás. Que mentes eram as nossas!?
Bem, escusado será dizer que a brincadeira acabou com dores em todo o lado e com sangue no chão, na bicicleta e nos meus dois joelhos esfolados cujas cicatrizes, hoje, não me deixam mentir.
A C. fitava-me assustada  já a tentar engendrar uma desculpa para dar-mos à minha mãe, assim que chegassemos a casa, mas ainda assim confiante, achando que tinha sido por um triz que não tinha travado a bicicleta.
Crianças e as suas bravuras. E que saudades.
Ora bem, falta-me encaixar a palavra tesoura neste texto... quer dizer, acho que acabei de o fazer!

Lu

 

04
Jun21

"- Não aguento mais contigo! - afirmou, enquanto o atirava para longe."

[Tema 3]

Aqui há coração

Em desafio dos pássaros

 

"- Não aguento mais contigo! - afirmou, enquanto o atirava para longe."

Ela sempre foi assim, e sempre guardava para si mesma as suas  angústias. Oferecia  a sua escuta atenta e as suas ternas palavras aos outros, mas quando lhe tocava a ela era outra história. Sorria na tentativa de dispersar ansiedades que lhe davam  a mão desde  que se entendia por gente. Tinha a sensação, por vezes, que um dia haveria de explodir em mil bocadinhos e aí ser finalmente livre.
No fundo ela sabia que o seu maior problema não existia e era nada mais que uma projecção  irrealista, totalmente criada por si.
O medo - esse marialva vestido de negro, sobranceiro, cheio de si mesmo, corrosivo, atroz.
E sonhava com o dia em que seria capaz de  o enfrentar  e corajosamente o despedir!
Lu

26
Mai21

"Afinal havia outro..... fogão."

[Tema 2]

Aqui há coração

Em desafio dos pássaros 

Atrasadissima no desafio, mas espero que ainda a tempo! 

 

Completa a frase : "Afinal havia outro........... " 

Pista: rima com chão.

_ Ora bem, é de comer?
_ Não.
_Então, não é pão!

_É animal?
_Não.
_Então, não é cão!

_É um país?
_Não.
_Então, não é Japão.

_É de gastar?
_Não.
_Então, não é tostão!

_É de morrer?
_Não.
_Então, não é caixão.

_É de amar?
_Não.
_Então, não é coração!

_OH pá não chego lá. Pode ser tanta coisa. De canhão a anão, de ração a vulcão! Sei lá. Outra pistinha talvez?  Queres ver que vou "matar" a minha cabeça para no final me dizeres que afinal, havia outro... fogão!

_Nem mais, acertaste.

Lu

07
Mai21

"Foi o que ouvi"

[Tema 1]

Aqui há coração

 Em desafio dos pássaros 

 

Não me digas? - disse incrédula a vizinha do 1 andar!

E a sua  querida amiga das fofoquices, vizinha do rés do chão, prontamente respondeu - olha estou "a vender pelo preço que comprei! "

Ora bem, trocando por "míudos", esta seria mais uma das conversas habituais entre duas vizinhas, que passavam o tempo à janela, a observar o buliço de todo o prédio e do bairro. Não passava dia nenhum sem que uma novidade dita por uma, não aguçasse mais a curiosidade da outra. Sabiam quem entrava e quem saía, horários, matrícula dos carros, quem corria apressado para o autocarro, quem habitualmente fumava à porta da confeitaria do lado, quem vinha jantar a casa de quem. Enfim.

Achavam, porém, que essa forma de estar não incomodava os outros, mas um dia aperceberam-se do contrário. É que na entrada do prédio havia sido colocado um dístico que dizia: Proibido viver a vida dos outros - viva a sua, mesmo que da janela!

Lu

 

 

 

 

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D